31 de dezembro de 2008

Ex-detento processa prisão pela morte de seu papagaio

Thomas Goodrich quer US$ 500 mil de indenização pela morte de Freddy.
Um homem detido no início de dezembro abriu um processo contra funcionários da prisão de Delaware (EUA), onde passou 12 dias, dizendo que eles são responsáveis pela morte de seu papagaio. Thomas Goodrich, 48, pediu na Justiça uma indenização de US$ 500 mil (cerca de R$ 1,16 milhão), segundo o jornal “Daily Mirror”. Ele afirma que, depois de ser preso por problemas com a carteira de motorista, não pôde fazer uma ligação para pedir que um amigo alimentasse seus papagaios. Por causa disso, alega que o pássaro chamado Freddy morreu de fome. No processo, o ex-detento diz que os funcionários da prisão não tiveram compaixão e foram “irresponsáveis permitindo esse tipo de crueldade contra um animal”. Goodrich disse ter sugerido um contato com grupos de proteção de animais para que pudessem alimentar seus pássaros, mas foi ignorado. Além de Freddy, ele tinha em sua casa mais dois papagaios. Eles sobreviveram, aparentemente por ter comida suficiente em suas gaiolas.

0 Comentarios Assadinhos: